5 de dezembro de 2008

Reflexões

Como minha queridíssima amiga Paula diz que eu posto pouco por aqui, posto o fato, faço um post (trocadilho infame). Aliás, quase uma reunião de micro-posts.

...

Ouço na Band News (migrei da CBN, que apesar de excelente, parece a hora do Brasil em relação a Band News) o comentarista de tecnologia colocar, com sabedoria, que no Brasil se troca de celular ao final de um ano, mesmo com o aparelho funcionando, em parte por questão de "moda", em parte porque a tecnologia muda tanto que faz com que aparelhos antigos não funcionem mais como na época da compra. É um misto de "obsolescência percebida" com "obsolescência programada". O pior é que nossas relações entram no mesmo barco: o "ficar" nada mais é do que um test-drive para "usar" vários "produtos" sem o ônus de "adquirir" de fato. Como cantava a dupla Roberto e Erasmo Carlos, "Não sou contra o progresso / mas apelo pro bom-senso"...

...

Sabe o saquinho plástico que você joga fora na rua, só porque não achou lata de lixo por perto (alô supervia/RJ, mais lixeiras nos vagões de trem, sejam novos ou não)? Como provavelmente ele não é biodegradável, ele se desfaz ao logo do tempo em micro-partículas que voltam pelo ar (!) contaminando nossos pulmões. Por isso eu já entro no supermercado com a bolsa de tecido na mão, para não dar tempo da empacotadora enfiar minhas compras na sacola plástica. Em mercados com balança no caixa, coloco as frutas/legumes/verduras para pesar na balança, fora do saco. Tudo para evitar a famosa lei do retorno: cada saco plástico jogado fora, volta...

...

O Gabeira perdeu a eleição, o Rio de Janeiro perdeu uma chance histórica de mudar o cenário para melhor. Ganhou o Paes, que menos de uma hora de eleito, já começou a quebrar promessas de campanha, seja loteando os cargos da prefeitura, seja não dando uma entrevista ao programa CQC da TV Band, conforme havia prometido. É nas pequenas e grandes coisas que se conhecem os políticos e pessoas. Como Gabeira perdeu por muito pouco, espero que ele tente nova eleição, e desta vez farei até panfletagem na minha rua (!).

...

Mudei de time, deixei de ser vice (Vasco). Como não me identifico com os excessos do Flamengo, agora sou um carioca que torce pro São Paulo FC. Como na música do saudoso Rul Seixas, "prefiro ser / uma metamorfose ambulante".

3 estressados(as):

Carol, pros íntimos. disse...

Saudade, Pê!

Enfim acabou o caos por aqui. Pretendo voltar a ativa logo ;)
hauhauahuahuahua
Tudo certinho contigo? Alguma novidade lá no amigo secreto?
Depois vou dar uma espiadinha por lá.

Providenciarei a foto da árvore. Até a Drag queen gostou... Ta um luxo!! hauhauhauhauhaua

Beijão bem grande.

... disse...

Boa reunião de micro posts essa, agora o melhor foi saber que um carioca rendeu-se ao fato claro que não time melhor que o meu Tricolor Paulista!!! heheheheehe
O São Paulo é fodástico mesmo, num tem jeito!!!
Bj
Glaucia

Olavo disse...

Tem um selinho para você lá no blog
beijão